Google+ Followers

sexta-feira, 5 de outubro de 2012

O que é Meditação?


O que é Meditação?

 

Você já observou o pôr-do-sol, sentou-se à beira do mar ou caminhou numa floresta, sentindo a mais completa paz interior e bem-estar? Estes são os mesmos sentimentos que se sente durante a prática de meditação.

Meditação é um período de tempo que guardamos todos os dias para acalmar a nossa mente. Meditação é uma maneira de diminuirmos o passo, relaxarmos e entrarmos em contato com a parte eterna do nosso ser. No começo da meditação, os pensamentos ficam mais lentos, vindo a parar por completo eventualmente. O ponto mais alto da meditação é um estado chamado "samadhi", onde a mente se une completamente com mundos de perfeita luz. A meditação recarrega nossas energias e nos ajuda a entrar em contato com o nosso ser interior. Sua prática nos traz mais clareza para compreendermos nossa vida diária, para assim podermos determinar mais facilmente o que é correto e benéfico para nós. A meditação nos traz felicidade e energia, nos dando força também para realizar as coisas cotidianas, pois sua prática nos conecta com a força do universo. Com o tempo, a prática contínua da meditação nos leva à Iluminação. A boa nova é que os benefícios da meditação podem ser sentidos imediatamente, logo na primeira sessão.

"Meditação é a ponte entre este e todos os outros níveis de consciência,
A prática da meditação lhe traz consciência da sua natureza eternamente iluminada.
Pela prática da meditação você verá que a natureza verdadeira do seu eu real,
o corpo de luz, é felicidade eterna!"

Rama

 

Técnicas de Meditação

Existem muitas formas de meditação, como por exemplo, a meditação baseada em chacras, yantras e mantras. Ainda que as formas de meditação variem entre si, todas empregam técnicas de concentração que nos auxiliam a deter nossos pensamentos. Quando a mente está calma, tal como um lago sem ondulações, sentimos uma paz e poder totais.

 

Sugestões para Meditação

Independente da forma de meditação, é sempre uma boa idéa tomar uma ducha ou lavar as mãos e o rosto antes de meditar. É bom também criar um lugar especial em seu quarto dedicado somente à meditação. Você poderá achar um lugar ao ar livre se assim sentir-se bem. É importante manter as costas eretas durante a meditação, seja sentado no chão ou numa cadeira. A energia flui pela columa vertebral e por isso procuramos manter esse caminho livre. Também é uma boa idéa não comer muito antes de meditar, pois poderá se sentir pesado e cansado. No final da meditação, sempre se recline-se para frente em sinal de gratidão e ofereça sua meditação de volta para o universo. Esse sinal de humilde gratidão é muito importante na prática budista.

Hoje em dia existem muitas práticas de meditação. Geralmente elas involvem a concentração nos centros de energia do corpo, concentração em uma imagem, entoação de mantras ou músicas, ou exercícios respiratórios. Independentemente do estilo, todas têm um objetivo comum - deter os pensamentos. Quando os pensamentos param, podemos nos conectar com mundos de luz, força, sabedoria e consciência pura. Experimente cada técnica e determine qual é a que melhor lhe convém. Poderá até alternar técnicas de vez em quando. Qualquer que seja o método que escolher, sentirá que cada sessão trará um pouco mais de clareza e poder em sua vida. As coisas mais importantes são perseverança na sua prática e a abilidade de nunca julgar sua meditação. A meditação requer prática, portanto não espere muito em pouco tempo. Se sentir sua mente divagando para longe de sua meditação, não se sinta frustrado. Simplesmente traga sua mente de uma forma suave para a técnica. Confie em você mesmo e acredite em sua prática.

"Só com o coração é que podemos ver corretamente. O essencial é invisível aos olhos."

 

Consciência Plena

A consciência plena é outra forma de meditação. É a meditação em ação e é como integramos meditação em todos os aspectos da nossa vida diária até que nossa vida inteira se torne meditação. (Não se preocupe, pois levará algum tempo para alcançarmos isso!) A consciência plena é baseada no princípio budista que diz : nos convertemos naquilo que concentramos. Em Budismo, não acreditamos que a mente tenha uma forma sólida específica. Pelo contrário, budistas acreditam que a mente é fluida, assumindo qualquer forma em que a colocamos. As formas de pensamentos que mantemos em nossa mente determinam sua forma. Portanto, se você pensar em coisas infelizes, se sentirá infeliz. Mas se você se concentrar em coisas agradáveis e felizes, você se sentirá feliz!

"Seja lá o que for no que concentrar, naquilo você se transformará.
Portanto, mantenha sempre seus pensamentos voltados para o que é o mais elevado,
o mais resplandecente, e mais feliz e Nobre Entre Todas as Coisas - A Iluminação."

Rama

 

Portanto, em termos práticos, consciência plena é sermos positivos! É um jogo divertido que podemos praticar diariamente. Durante o dia, preste atenção nas coisas que pensa, nas emoções que sente, em suas reações, etc. Quando algo negativo vier, ao invés de reagir e se entregar para essa negatividade, mude conscientemente seu pensamento para alguma coisa positiva. Por exemplo, se pensar em algo negativo, troque o pensamento por um positivo. Da mesma maneira que você precisa trabalhar o corpo para se tornar forte, sua mente é como um músculo - você precisa exercitá -la para fortalecê-la! É eliminando pensamentos negativos da sua mente como um exercício físico; um bom hábito que se deve adquirir! Com o tempo, notará que se sente melhor e mais feliz durante todo o dia porque não se deixará ser levado por negatividades com as quais se depara. E, ao final do dia, descobrirá que tem mais energia para a noite.

"Integrar a meditação à ação é toda a base, objetivo e propósito da meditação."

Livro Tibetano da Vida e da Morte

As práticas gêmeas da meditação e consciência plena formam o fundamento da prática Budista.

 

Meditação nos Chacras

Esta técnica de meditação envolve concentração nos centros de energia chamados chacras, os quais se localizam no corpo astral (corpo físico sutil). Estes centros de energia estão localizados ao longo de um conduto de energia - que não é físico - chamado sushumna. O sushumna, no corpo astral, corresponde à coluna vertebral no corpo físico, começando na base da espinha e terminando no "terceiro olho" que fica um pouco acima e entre as sombrancelhas. Sete chacras primários se encontram em diferentes pontos ao longo do sushumna. A Kundalini, também chamada chi, prana, ou energia bruta, está localizada na base da espinha, no primeiro chacra. Durante a meditação nos chacras, a energia Kundalini é pushada do primeiro chacra pelo shushumna até o terceiro olho, na área da testa onde o shushumna termina. Em práticas avançadas de meditação, quando uma grande quantidade de energia é gerada e mantida no terceiro olho, a energia pode "pular" do terceiro olho para o sétimo chacra. O sétimo chacra é também chamado de chacra da "coroa" ou "lótus de mil pétalas de luz". Quando a energia "pula" para o chacra da coroa, ocorre o estado chamado samadhi quando o praticante se une com mundos de luz. Quando o praticante entra em samadhi, ele estará nas primeiras fases de Iluminação. Ao entrar em samadhi repetidamente, o praticante será conduzido a um estado perfeito de consciência plena na qual ele passa a ser uno com a Iluminação.

Na meditação baseada nos chacras, enfocamos três dos sete principais centros de energias. Por "enfocar", queremos dizer que voltamos nossa atenção nas áreas do corpo correspondentes a cada chacra, um de cada vez. Concentramos no centro de energia para assim ativá-lo, liberando sua energia. Ás vezes, é aconselhável colocar os dedos suavemente sobre cada centro que meditamos para sentirmos onde estão. Com a prática, você sentirá os centros de energia em seu corpo naturalmente.

Começamos com o terceiro chacra, o centro do poder que se localiza uma polegada (2.54cm) aproximadamente abaixo do umbigo. Ao meditarmos neste centro, os três primeiros centros são ativados e um grande poder é liberado em nosso ser. Essa energia lhe dá a habilidade de realizar coisas físicas. Este é o centro das forças fisica e de vontade.

Depois passamos para o quarto chacra, o centro do coração. Este centro situa-se no meio do peito, perto do coração. Ao meditarmos aqui, obtemos benefícios associados com o quarto e quinto chacras. Este é o centro do equilíbrio e da felicidade.

Finalmente, enfocamos no sexto chacra, o "terceiro olho". Este chacra se localiza no meio da testa, um pouco acima e entre as sombrancelhas. Este é o centro da sabedoria e da visão psíquica.

Geralmente, é uma boa idéa meditar a mesma quantidade de tempo em cada chacra. Se meditar por quinze minutos, medite cinco minutos em cada chacra. Sendo assim, se meditar por uma hora, medite vinte minutos em cada chacra. Se praticar meditação desta maneira, você trará força, equilíbrio e sabedoria à sua vida.

 

Meditação em Yantras

Yantras são antigos desenhos geométricos. Essas imagens sagradas são portais para diversos mundos de luz. A prática da meditação em yantras envolve enfocar num destes desenhos. Assim, com a prática de concentrar a mente em algo externo ou interno, você auxilia no processo de acalmar a própria mente. Ao fixarmos o olhar num yantra, nos conectamos com os mundos resplandecentes que o yantra representa, trazendo assim clareza em nossas vidas.

 

Na meditação baseada em yantras, você inicia concentrado no centro da imagem. Quando pensamentos entram e saem de sua mente, concentre-se no centro do yantra. Quando sua mente se acalmar, prolongue sua atenção em direção às margens do yantra e "focalize" o desenho inteiro. Com a prática, você poderá visualizar o yantra completo com os olhos fechados. Esta técnica de concentração acalmará sua mente e o conectará com a energia do universo. Procure um yantra com o qual você se sinta bem para sua prática de meditação. Poderá começar com o yantra nesta página (acima).

 

Meditação em Mantras

A meditação em mantras é uma meditação cantada. Mantras são palavras ou frases sagradas que ao serem repetidas levam a pessoa a um estado de consciência mais elevado. Os sons produzidos, durante este tipo de meditação, são uma forma de energia que conecta você com mundos de luz e de êxtase espiritual. Você pode entoar o mantra em voz alta, sussurá-lo ou mentalizá -lo. Talvez o mantra mais conhecido seja OM MANI PADME HUM, o qual se traduz como "a jóia no coração do lótus" ou "a Iluminação está em tudo". Ao entoar um mantra repetidas vezes durante sua meditação, você irá - com o tempo - desevolver seu poder de concentração a um grau elevado, sentindo uma enorme paz interior e clareza mental. O truque é concentrar-se nos sons e significados sagrados do mantra. Cada vez que sua mente se distrair da concentração pura, traga-a de volta para sua meditação concentrando- a no mantra.

Nenhum comentário:

Postar um comentário