Google+ Followers

domingo, 30 de setembro de 2012

Alquimia Sexual, os grandes mistérios.............




Os grandes mistérios do sexo só poderão ser entedidos pelos valentes soldados do Movimento Gnóstico.
A humanidade de Peixes que ora termina nos crucificará e nos apedrejará porque a História sempre se repete.
O Movimento Gnóstico está formado pela vanguarda da evolução humana e só os gnósticos poderão entender os grandes mistérios do sexo.
O fogo se debilita e até se extingue quando o alquimista ejacula o sêmen. Então fracassa na Grande Obra.
Esta é a fórmula: Introduzir o membro viril na vagina da mulher sem ejacular o sêmen.
Sem o fogo os metais da terra não poderiam ser elaborados.
A mesma coisa temos nós de fazer com o membro viril e com o útero. Ambos, homem e mulher, devem se retirar do ato sexual sem ejacular uma única gota de sêmen.
O fornilho do laboratório são o membro viril e a vagina conectados sexualmente.
A matéria-prima da Grande Obra é o sêmen de nossas glândulas sexuais.
O alquimista tem de elaborar as sete tinturas para transmutar todos seus metais.
O vinho de luz é sêmen transmutado.
A mulher transmuta seus metais em ouro puro mediante o contato sexual com o homem.
Temos de unir o mercúrio masculino com o sol e o mercúrio feminino com a lua.
A união dos dois mercúrios verifica-se através da união sexual.
Há que se destilar, isto é, transmutar o sêmen totalmente.
Este é o sagrado magistério do fogo.
Este é o bendito magistério da Grande Obra do Pai.
Do corpo físico extraímos o corpo da liberação.
Trata-se de um corpo cheio de perfeições milenares e elaborado com os átomos mais evoluídos do nosso corpo físico.
Assim os quatro corpos de pecado são substituídos por quatro corpos gloriosos.
Neste trabalho alquímico, as substâncias espirituais se tornam corpóreas e as substâncias corpóreas se tornam espirituais.
O homem e a mulher são o pai e a mãe de todos esses metais da nossa personalidade, os quais temos que transmutar no ouro puro do espírito.
.
MEGA PORTAL NOVA GNOSE 
http://www.gnose.org.br/capa.asp

Nenhum comentário:

Postar um comentário